ELISAL responsabiliza funcionários por má conduta

A Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (ELISAL) anunciou nesta quarta-feira que vai responsabilizar civil e criminalmente dois funcionários que fizeram carregamento de lixo hospitalar sem a adopção das medidas de segurança exigidas pela instituição.

O facto ocorreu quando os mesmos transportavam, em um camião basculante, resíduos sólidos e lixo hospitalar, violando assim as regras que exigem os referidos veículos a recolherem  exclusivamente resíduos não hospitalar, lê-se num comunicado chegado hoje à Angop.

De acordo com a ELISAL,  não é este tipo de viatura que faz o serviço de recolha de resíduos hospitalares e sendo assim foram accionados os mecanismos para se apurar as razões que levaram a equipa em causa a proceder contra as normas da empresa e as regras estabelecidas universalmente para o transporte de resíduos sólidos e o lixo hospitalar.

A empresa que tomou conhecimento hoje do facto através de uma video-denúncia, posta a circular nas redes sociais, lamenta o sucedido e agradece, publicamente, a cidadã que denunciou o facto, na certeza de que prestou um acto positivo de cidadania e aproveita a oportunidade para encorajar os cidadãos a terem a mesma postura.

Sublinha que todo “percurso utilizado pela viatura foi revisitado por técnicos da instituição visando acautelar a recolha de restos para o bem estar dos cidadãos” .

A ELISAL, gerida pelo Governo da Província de Luanda, tem como objectivo primordial a prestação de serviço público de limpeza e gestão de resíduos sólidos visando assegurar a saúde pública e a protecção do meio ambiente na capital do país.

error: Content is protected !!