A quarentena ainda pode ser longa

É “mbora” a verdade, a realidade, sem tirar nem pôr, tamos todos sem excepção, em prontidão, para travar e derrotar, o mister Corona, este invisível e mortífero vírus. Entre fi ntas e contracurvas, o muadié, um pouco por todo mundo, está armado em chico esperto, quer xaxatar, acantonar, armadilhar as vias e paradigmas da sobrevivência humana. No ar, no mar ou terra, o Corona Vírus está teimoso, a intrometer- se ali onde não lhe chamaram, ninguém que lhe vê, é só seu rasto cobarde, semeando a dor, a morte, o luto.

Nos cubicos, família já não é gente, fi lhos, sogras, noras, netos, primos, cada qual no seu habitat, falar só no telelé, nada de bater as portas, uns dos outros, cada um fi ca no seu lugar, espera só o fi m da quarentena, sem tugir nem mugir. A vigilância tem e deve ser generalizada. Quando o vizinho está a tossir bué, entra e sai gente, estranha, estás a ouvir, dimba é dimba, tona é tona, sem stop, abre o olho, fofoca no 111 porque o corona está a te espreitar, quer te apanhar.

Na tv, rádio ou jornal, ouça e faça fé as orientações do Executivo, siga e cumpra sem pestanejar as medidas, nada de ouvi dizer, fazer ouvidos de mercador, aprenda e saiba ser vivo, a pandemia é violenta, não perdoa desobedientes. Por agora, fi car achado, é burrice, tolice matula, não tem como, enquanto não se descobrir a vacina, corona toza e goza, tudo e todos, não há classes sociais, pequena, média ou grande burguesia, todos ninguém lhe aguenta, é só abusar, pular a cerca, vais basar sem apelo nem agravo.

  Quer queiramos ou não, pelo andar e golpes da coronagem, a quarentena ainda pode ser longa, é preciso fazer coragem, ter determinação, acreditar nas autoridades, que novos e melhores dias virão, desde e quando, saibamos ser autodisciplinados, perceber que, melhor do que este, não temos outro caminho a seguir. Mais ou menos 15 dias, não importa, é só saber equilibrar a vida e a economia, o tempo passa rápido, gerir com responsabilidade e cientifi cidade, algum dia, não muito longínquo, tudo voltará ao normal, todos saberemos reconhecer, valeu a pena o sacrifício.

De agora em diante é só continuar a cumprir e fazer cumprir, o corona vai nos “desconseguir”, não será capaz de nos tanchar, somos milhões, trincheira fi rme, nada nem ninguém nos abusa, visível ou invisível, vamos te dar K.O

error: Content is protected !!