Huawei doa sistemas de vídeoconferência à Comissão Multi-sectorial de Prevenção e Combate da Covid-19 para ajudar na prevenção da covid -19

A Huawei, empresa chinesa de equipamentos de telecomunicações, doou meios tecnológicos para auxiliar o governo de Angola a reforçar a sua capacidade de prevenir e combater a covid-19

A empresa de direito chinês Huawei Technologies Lda. entregou, recentemente, ao Governo, no edifício Luanda One, oito sistemas de vídeo-conferência para ajudar a Comissão Multissectorial e o Ministério da Saúde na prevenção e combate à Covid- 19 com recurso às tecnologia de informação e comunicação. Na ocasião, o PCA da Huawei- Angola, Ryan Li, destacou que a empresa está comprometida em ajudar o Governo angolano no combate à epidemia através da tecnologia, contribuindo para criar capacidades dentro dos departamentos governamentais, no sentido de melhorar a eficiência da comunicação, comando, partilha de informações e dados O ministro da Defesa e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos “Liberdade”, recebeu a oferta da Huawei.

O responsável enalteceu o apoio e destacou as excelentes relações de amizade existentes entre os governos de Angola e da China. A empresa chinesa está presente em Angola há cerca de 20 anos, ao longo dos quais tem prestado serviços nas áreas de sistemas e equipamentos tecnológicos para os sectores público e privado. Enquanto parceiro estratégico, a Huawei investiu mais de USD 60 milhões para a construção de um Centro de Inovação e Formação em Talatona, que vai beneficiar mais de 500 estudantes a partir de 2022, ano em que se prevê a sua conclusão. A Huawei, fundada em 1987 por Ren Zhengfei, presente em 170 países e contando com uma força de trabalho de 180 mil trabalhadores é o maior fornecedor mundial de equipamentos de telecomunicações e o segundo maior fabricante de smartphones.

error: Content is protected !!