‘Mentalidade hegemônica’: china pede a trump para não estar do ‘lado errado’ na luta contra coviD-19

Donald Trump, presidente dos EuA anunciou em 14 de Abril que instruiu o seu governo a interromper o financiamento do país para a organização Mundial da Saúde (oMS), acusando a organização de má gestão na luta contra a pandemia de coronavírus

 

Além disso, o presidente estadunidense acusou a OMS de conspirar com a China para ocultar informações cruciais sobre a propagação do vírus durante as fases iniciais do surto. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, disse durante uma conferência de imprensa na Sexta- feira (24) que Pequim espera que a administração do presidente Donald Trump não fique “do lado errado da via da comunidade internacional”, enquanto os países unem esforços para conter a propagação da pandemia do novo coronavírus.

“Os EUA consideram que a OMS deve fazer tudo o que lhe dizem, porque [EUA] são o maior contribuinte. É uma mentalidade hegemônica típica. Apoiando a OMS, nós seremos capazes de conter a propagação do vírus. É literalmente uma questão de vida ou morte. Este é um consenso compartilhado pela maioria dos países e uma escolha certa que qualquer pessoa com consciência faria.” Geng Shuang reconheceu que a administração de Trump tem “difamado e atacado” a OMS sem provas, destacando que “as tácticas de pressão e coerção” de Washington só levam a um “maior” descontentamento com os EUA por parte da comunidade internacional.

O porta-voz do ministério chinês notou que a OMS tem “cumprido activamente as suas funções” desde a fase inicial do surto, acrescentando que a entidade internacional está a desempenhar um papel importante na harmonização dos esforços internacionais para abrandar a propagação da doença letal de maneira “objectiva, justa e baseada na ciência”. Geng Shuang observou ainda que a decisão do presidente Donald Trump afectaria todos os países, incluindo os próprios EUA.Na semana passada, nas acusações contra a China sobre o surto de coronavírus, Trump anunciou que a sua administração iria abrir uma investigação para apurar se a pandemia resultou de uma fuga de laboratório na cidade de Wuhan

leave a reply