Carta do leitor: Mais vale perder um minuto pela vida, do que a vida num minuto

Prezado director, Agradeço pela oportunidade que me é concedida. Luanda de jejum por conta da COVID-19 e também por desobediência de muitos compatriotas. Muitos alegam falta de mantimentos e outros ainda por belo prazer de estar nas ruas da cidade capital. Sem o que comer e beber, o que resta é mesmo só estar à mercê do vírus. Em alguns pontos da cidade até parece que estamos em época festiva, ou fi m do ano, onde a música está quase sempre alta e com churrasco e bitolas (cervejas). Ao passo que em outros pontos da cidade as estradas estão às moscas, com quase tudo e todos confinados. O apelo das autoridades sanitárias é que fi quemos em casa para que evitar o contágio e a propagação do vírus, inimigo invisível. Numa altura em que continua, dia após dia, a somar pontos no país. O único beneficiário da prevenção é população em geral. Pois que temos verificado em quase todos bairros- Com as novas medidas de isolamento de Luanda iremos ver se pelo menos aprendemos um pouco, porque volta e meia vimos pela televisão que os nossos irmãos de outras províncias estão mais disciplinados e cumprindo as recomendações. Tudo indica que a situação será pior ainda, por cima com a descida do preço de petróleo que é o nosso principal produto de exportação. Se já não temos dinheiro por conta da queda do preço, pelo menos temos que evitar outros problemas de saúde. O novo Coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infectou mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais mais de 200.000 morreram. Mário Carlos

error: Content is protected !!