Carta do leitor:Os empresários e as máscaras

Caro director, dr Muitas vezes nos queixamos, no nosso país, dos nossos empresários, dizendo que só pensam no dinheiro, mas desta vez parece que estão a pensar na saúde das pessoas e estão a dar um grande exemplo. Os taxistas não aceitam que pessoas sem máscaras entrem nos táxis. Alguns até obrigam o uso do álcool gel. Muito louvável. Ontem, pretendi comprar algumas coisas e fui barrado. Tentei na Shoprite, no Mel e no Deskontão. Os seguranças tinham ordens rígidas para não deixar entrar ninguém sem máscara. Não fui ao Kero, mas já sei que é o mesmo. Estava quase a voltar para casa ou a ir procurar uma máscara para comprar, quando num destes estabelecimentos, chegou uma sanhosa com um saco cheio de máscaras para os clientes. Consegui entrar, um pouco envergonhado porque saí de casa sem os cuidados necessários. Era só uma voltinha para comprar algumas coisas, mas aprendi a lição. Desta vez os empresários estão a ser nossos amigos, porque nestes estabelecimentos e nos táxis pode-se apanhar ou transmitir doenças, entre as quais a Covid-19. Agora é só esperar que as pessoas usem as máscaras como deve ser, e isto deve ser divulgado.

João Francisco Ngunza

error: Content is protected !!