“O elo mais fraco do nosso futebol são os dirigentes”

Por:Mário Silva

Antigo lateral direito do Petro de Luanda, Renato Campos disse, na sua página do Facebook, que o desporto angolano, em particular o futebol, está mal, porque “o elo mais fraco são os dirigentes”. Renato Campos explicou que a função dos homens no rei futebol é criar condições para que os treinadores e atletas possam desenvolver o seu trabalho de modo a apresentar o melhor resultado possível. O também ex-jogador da Selecção Nacional acrescentou que o resultado começa no atleta e termina no dirigente, ou seja, devem estar unidos. Por este motivo, Renato Campos assegurou que o bom resultado depende do profissionalismo dos atletas, dos treinadores e, por fim, dos dirigentes.

“Claro que o ideal é os três agentes estarem ao mesmo nível, o que acontece na nossa realidade é totalmente o contrário”, disse. Apesar de estar melhor que antes, Renato Campos reconheceu que ainda há muitas lacunas no campo científico do treinamento desportivo, pois o mesmo interlocutor revelou que muitos antigos atletas pensam por terem feito uma boa carreira já são bons técnicos. Ainda assim, a fonte garantiu que os agentes do futebol chegam a ser os melhores dessa cadeia comparativa, porque na sua maioria são pessoas com amor pela modalidade, tirando do seu para fazer andar o seu projecto num país que tem uma “economia desportiva” muito baixa. “As receitas de um clube vivem principalmente de patrocínios do Estado ou de alguém de boa- fé, não tendo receitas com a bilheteira, venda de atletas, direitos televisivos. Ainda assim, fazem tudo para o desporto não morrer”, reconheceu.

leave a reply