Trabalhadores dos sectores petrolífero e mineiro autorizados a voar para Luanda

Estão  autorizados   a escalar a capital do país, Luanda, os aviões que transportem trabalhadores afectos às actividades petrolífera e mineira, no país.

A decisão do  Governo,  publicada hoje (29) em Diário da República  determina , entretanto,  que os voos domésticos, comerciais ou particulares estão autorizados para todo o território angolano, com exceção da província de Luanda.

A medida do Executivo resulta  da Prorrogação das Medidas de Exceção e Temporárias do Sector dos Transportes para a Prevenção e Controlo da Propagação da Pandemia Covid-19, doença que já registou em Angola 27 casos positivos, dos quais dois óbitos e sete curados.

O diploma determina que as aeronaves das companhias aéreas que tenham base operacional na província de Luanda apenas podem descolar com a tripulação e sem passageiros, aplicando-se a mesma regra no retorno à capital angolana.

Os serviços de transporte aéreo são autorizados para mercadorias e cargas, nos voos domésticos, regionais e internacionais, e para passageiros de caráter humanitário, de emergência ou oficial, nos voos domésticos, regionais e internacionais, excetuando-se o transporte de passageiros de apoio às atividades petrolífera e mineira.

Lusa

 

 

error: Content is protected !!