Bié consigna obras avaliadas em 500 milhões de Kwanzas

As obras, que começam em Maio vão contemplar a construção de escolas e asfaltagem de ruas da vila de Catabola, cuja duração será de 12 meses. 80% dos trabalhos serão realizados por empresas nacionais

O Governo da Província do Bié consignou, para os municípios de Catabola e Camacupa, obras de construção de infra-estruturas sociais no âmbito do Plano de Intervenção nos Municípios (PIIM), avaliadas em cerca de 500 milhões de Kwanzas. Os trabalhos vão consistir na construção, a partir de Maio do ano em curso, de quatro escolas, sendo duas de 12 e sete salas em Catabola e igual número de outras na sede municipal de Camacupa e na comuna de Muinha na mesma circunscrição, respectivamente. Cada sala terá capacidade de albergar 36 alunos. Igualmente, contemplam a asfaltagem, pela primeira vez desde o tempo colonial, de 10 quilómetros da vila sede de Catabola e terraplanagem de mais de 60 quilómetros das vias que ligam às comunas de Chiuca, Cayuera e Sande, nessa circunscrição.

Com duração de entre seis a 12 meses, as obras das infra- estruturas vão gerar cinco mil empregos direitos e estarão a cargo de sete empresas de construção civil nacional (80 por cento locais e outras com sedes fiscais na província), às quais foram adjudicadas no quadro de um concurso público visado pelo Tribunal de Contas. Em nome da sociedade civil, Cesário Salesso disse que as vias de comunicação constituem condição indispensável para o desenvolvimento das comunidades, assim como para a facilitação no escoamento dos produtos do campo. Segundo Pereira Alfredo, as obras constam do Caderno de Encargo do Governo Provincial inserido no PIIM, de iniciativa Presidencial, no qual estão inscritos 146 projectos, dentre eles mais de 100 obras já foram para a licitação de concurso público, sem direito de preferência.

error: Content is protected !!