Executivo garante defesa dos trabalhadores e criação de políticas favoráveis à sustentabilidade das empresas

Por ocasião do dia Internacional do Trabalhador, que se assinalahoje, 1 de Maio, o Governo encoraja as centrais sindicais, na qualidade de parceiras sociais, a continuarem com o mesmo empenho, em prol da dignificação dos trabalhadores e da melhoria contínua dos processos e condições de trabalho

Por:Domingos Bento

O Executivo, por via da ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, garante a criação contínua de políticas públicas que busquem a defesa do bem-estar da classe trabalhadora e a sustentabilidade das empresas. Segundo Teresa Dias, é necessária, cada vez mais, a valorização dos trabalhadores angolanos e estrangeiros que, no território nacional, emprestam o seu labor, contribuindo para o progresso económico e social do país. Teresa Dias, que falava, ontem, por ocasião do Dia Internacional do Trabalhador, que se assinala hoje, 1 de Maio, encorajou ainda as centrais sindicais, na qualidade de parceiras sociais, a continuarem com o mesmo empenho em prol da dignificação dos trabalhadores e da melhoria contínua dos processos e condições de trabalho.

Para a governante, esta efeméride representa um dos marcos mais importantes do processo de emancipação e dignificação dos trabalhadores, por se tratar de um dia em que mais de quinhentos mil trabalhadores saíram às ruas, em 1886, na cidade industrializada de Chicago, Estados Unidos da América, em manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada de trabalho para oito horas. De acordo com a ministra, no presente ano, o 1.º de Maio assinala- se num contexto particularmente desafiante que exige, de todos, uma resposta firme e estruturada para garantir a manutenção dos postos de emprego e sustentabilidade das remunerações. “Foi com este espírito, que o Executivo angolano gizou medidas imediatas para mitigar o impacto económico e financeiro provocados pela Pandemia do Covid-19”, frisou.

Segundo ainda Teresa Dias, as medidas em curso reflectem a grande preocupação do Titular do Poder Executivo no sentido de garantir a sobrevivência das empresas, a manutenção dos postos de trabalho e a reestruturação económica. Neste sentido, assegurou, o seu ministério assume o compromisso de pleno engajamento para a solução das preocupações dos trabalhadores, tendo como principal premissa o diálogo e a concertação social, visando ao alcance da paz social e o bem-estar dos cidadãos.

error: Content is protected !!