Cabinda com duas incubadoras para produção de pintos

A província de Cabinda vai produzir nos próximos dias dois mil e cinquenta pintos, no âmbito dos projectos do Governo inserido na cadeia de valores e combate à fome e à pobreza

Duas incubadoras estão já instaladas no Centro de Formação Cidadela Jovem do Futuro, na comuna de Dinge, com capacidade de produção de dois mil e 100 ovos. Os pintos a serem produzidos serão distribuídos aos ex-militares que se dedicam ao campo, bem como a famílias do meio rural para melhorarem a sua dieta alimentar e o rendimento familiar. Na sua recente visita de campo ao município de Cacongo, cerca de 45 quilómetros a Norte de Cabinda, o governador Marcos Nhunga enalteceu os esforços e o progresso da actividade agrícola e da criação de animais e aves na circunscrição, referindo que a província tem condições para a produção de ovos e pintos localmente.

Marcos Nhunga visitou também o campo agrícola de Mandarim, com 54 hectares, onde serão instaladas as infra- estruturas de tipo naves para alojar as galinhas poedeiras, bem como a variedade de mudas de frutas para distribuir aos camponeses, que vão beneficiar de entre 50 a 100 galinhas. O município de Cacongo é o que mais produz na província nas variedades de bananas, que tem sido exportada para a vizinha cidade congolesa de Ponta- Negra, para além dos cítricos (laranjas, tangerinas e limão), tubérculos como mandioca, batatas doce e yambe, bem como de feijão macunde. O sector da agricultura em Cabinda está a trabalhar no fomento da avicultura, suinocultura e ciprinicultura.

error: Content is protected !!