Polícia detém 83 cidadãos por violação da cerca sanitária

Oitenta e três cidadãos, entre os quais, 5 1homens e 32 mulheres e crianças foram detidos no Sábado, por efectivos da Polícia Nacional, em Luanda, por, alegadamente, terem violado a cerca sanitária imposta no âmbito do estado de emergência, vigente no país. Há informações no Comando Provincial da Polícia Nacional de Luanda de que os cidadãos foram interceptados na localidade do Zenza do Itombe, quando pretendiam entrar na capital do país, no Cuanza-Norte, Cuanza-Sul, Malanje e Huambo, segundo a Angop.

Os indivíduos utilizavam a localidade de Maria Treza com o intuito de transpor a barreira do Zenza do Itombe, onde foram surpreendidos por patrulhas de efectivos da Polícia Nacional afectos ao Comando Municipal do Icolo e Bengo. De acordo com a fonte, as acções de fiscalização e controlo na região vão continuar para se evitar a violação do Decreto Presidencial do Estado de Emergência.

Os processos dos cidadãos em causa foram já submetidos ao Tribunal Provincial de Luanda para julgamento sumário. Angola regista desde o dia 26 de Março a terceira fase do estado de emergência, marcado pelo desagravamento de algumas medidas, entre as quais o levantamento da cerca inter-provincial, permitindo a circulação de pessoas em 17 das 18 províncias do país, para efeitos de actividade comercial, estando interditas todas as viagens de lazer. A medida não abrange a província de Luanda, por ser a única a registar casos positivos da Covid-19.

error: Content is protected !!