UNITA reafirma apoio às populações mais vulneráveis durante o estado de emergência

o partido assegura que não visa, com o gesto, substituir o papel do Governo, mas estar próximo dos que mais sofrem com as medidas impostas pelo actual contexto social devido à Covid-19

O porta-voz UNITA, Marcial Dachala, garantiu, ao OPAÍS, que o seu partido vai continuar a prestar apoio às populações mais vulneráveis durante o período de estado de emergência, de forma a minimizar as dificuldades sociais que muitos agragados estão a enfrentar no actual momento. Segundo o político, o seu partido não visa, com o gesto, substituir o papel do Governo, mas estar próximo dos que mais sofrem com as medidas impostas pelo actual contexto social devido à Covid-19. De acordo com Marcial Dachala, desde o momento em que se decretou o estado de emergência, a UNITA tem vindo a distribuir alimentos e produtos de primeira necessidade e de higienização às comunidades mais carenciadas.

Esses mantimentos, frisou, têm contribuído para a mitigação das necessidades de muitas comunidades. “E vamos continuar com este gesto porque compreendemos que é necessário estar ao lado dos que mais necessitam”, notou.

Sem exposição

O porta-voz da UNITA fez saber ainda que o seu partido dispensa a cobertura dos media durante as acções de solidariedade por compreender que gestos do gênero não podem ser usados para fins políticos. Conforme explicou, é preciso que se respeite a privacidade das pessoas e não expô-las, apesar das dificuldades que passam. “Temos levado a cabo acções de solidariedade em todo o país. Apoiamos muita gente, embora sem precisar divulgar na media”, notou.

Promessas serão cumpridas

Ainda no âmbito de apoio às populações mais vulneráveis, Marcial Dachala assegurou que a promessa feita pelos deputados do Grupo Parlamentar do seu partido, de descontar parte do seu salário a favor dos mais pobres será cumprido conforme prometido. “A UNITA vai cumprir o que prometeu. Se houve essa vontade do nosso grupo parlamentar, será efectivamente cumprida”, notou.

error: Content is protected !!