Editorial: Prorrogar e cumprir

Jornal OPaís edição 1830 de 07/05/2020

O estado de emergência poderá ser prorrogado em Angola. Há todas as condições para que isto aconteça. Espera-se pelo pronunciamento do Conselho da república, hoje, pela decisão do Presidente da república e depois da Assembleia Nacional. Entretanto, pelo que se vê no comportamento dos cidadãos, sobretudo em Luanda, única província afectada até agora, deve merecer uma cuidada ponderação.

Que novas medidas deverão ser introduzidas na obrigação de confinamento? Que correções se deverão aplicar na comunicação? Estes aspetos devem merecer melhorias substanciais. Para já, os números de infecções em Angola são baixos, mas se o Cacimbo representar um perigo, que não apanhe o país despreocupado e a não cumprir das regras que se impõem.

error: Content is protected !!