Comerciantes que forem ao Namibe serão submetidos a quarentena

Os cidadãos nacionais que se dedicam a uma actividade comercial, camionistas e negociantes, que se deslocarem da província de Luanda ao Namibe serão, a partir da próxima semana, submetidos a quarentena institucional, anunciou, ontem, Alexandre Niyúka, coordenador Municipal da Comissão Multissectorial de prevenção à Covid-19 no Tombwa.

Alexandre Niyúka disse que a medida, aprovada durante um encontro de balanço da comissão multissectorial, visa evitar a transmissão comunitária por cidadãos provenientes da capital do país. No entanto, não especificou quantos dias vai durar a quarentena, onde ficarão alojados e se já têm as condições logísticas criadas para o efeito.

O município recebe mais de 10 camiões contentorizados que buscam produtos como peixe seco e hortícolas (tomate e cebola) para serem vendidos nos mercados de Luanda, Malange, Huambo, Bié, Huíla, Cunene, entre outros pontos, de acordo com o gestor público em declarações à Angop.

Os membros da comissão foram ainda informados que, no âmbito da 3ª fase do estado de emergência, as autoridades sanitárias vão redobrar as visitas de constatação para aferir o cumprimento das medidas de prevenção nos estabelecimentos comerciais, bancos e nas instituições públicas.

Neste município, para a prevenção contra a pandemia nas comunidades, as autoridades disseminam informações de prevenção nas unidades sanitárias, no mercado municipal, pracinhas e em outros pontos de aglomerado populacional.

error: Content is protected !!