Cercas sanitárias de alto padrão no Cassenda, Futungo e Hoji ya Henda

Nas últimas 24 horas não foram registados novos casos de Covid-19 no país, mantendo-se os 45 casos confirmados, com dois óbitos e mais um recuperado, perfazendo 14 casos recuperados, anunciou, ontem, o secretário de Estado para a Saúde, Franco Mufinda

Franco Mufinda revelou que as três cercas sanitárias actualmente existentes no país, nos bairros de Cassenda, Futungo e no Hoji ya Henda, estão a ser controladas, de forma engajada, por quadros do sector da saúde que têm redobrado a vigilância epidemiológica a todos os níveis.

As autoridades sanitárias decretaram a instalação de cercas comunitárias nos bairros Cassenda, Futungo e no Hoji ya Henda em função do surgimento de casos de transmissão de Covid-19 local, que tiveram como fonte dois pacientes que se encontram internados, identificados apenas como Caso 26 e Caso 31.

O Caso 26 está associado ao suposto alastramento do Coronavírus nos bairros Cassenda e Futungo, tendo como “vítimas” diversos membros da sua própria família. Já o Caso 31 é apontado como sendo a fonte de transmissão local de vários casos ocorridos no bairro Hoji ya Henda.

“Nós temos quadros de níveis municipal, mas também provincial e central que estão a criar sinergias à volta das três cercas”, garantiu Franco Mufinda.

Por outro lado, anunciou que subiu para 14 o número de pacientes de Covid-19 recuperados no país, durante a apresentação diária do balanço epidemiológico do país, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo. “Informamos que o país recuperou mais um doente e não houve casos novos. Sendo assim, temos um corte de 45 casos positivos, dos quais óbitos, 14 recuperados, 29 activos clinicamente estáveis”, frisou, sublinhando que dos 45 casos positivos, 18 são de transmissão local.

Encontram-se em quarentena institucional 842 pessoas e, ainda ontem, 101 pessoas tiveram alta, das quais 26 na província de Luanda, dois em Cabinda e 73 na província do Cunene.

Franco Mufinda fez saber que no trabalho do laboratório até agora conseguiram colher 5.843 amostras, das quais 45 foram positivas, 5.428 negativas e 370 encontramse em processamento. Disse ainda que todos os passageiros provenientes de Cuba foram testados e os testes foram negativos, os mesmos já se encontram com os seus resultados.

Entretanto, o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 86 chamadas, das quais três foram alertas de casos suspeitos de Covid-19, quatro denúncias e 79 foram pedidos de informação sobre a Covid-19.

Passageiros provenientes de Portugal recebem resultados amanhã

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou ainda que dos passageiros provenientes de Portugal, cerca de 1.000 amostras testadas, apenas uma pessoa testou positivo que é o “Caso 31”, cidadão da Guine Conacri residente no bairro Hoji ya Henda, em Luanda.

“E, a este respeito, informamos aqui que no dia 14 deste mês, às 9 horas, farse- á a entrega dos resultados dos passageiros provenientes de Portugal nos voos da TAAG que realizaram a testagem nos dois pontos: Hospital Américo Boa Vida e Escola Nacional de Saúde Pública”, revelou.

Sublinhou que ficar em casa, lavar frequentemente as mãos, usar a máscara e, sobretudo, observar o isolamento social e o estipulado no Decretado do Estado de Emergência são algumas medidas para combater e prevenir a Covid-19.

Aproveitou a ocasião para felicitar aos profissionais de saúde, por ocasião do Dia Mundial dos Enfermeiros, particularmente os que estão na linha da frente do controlo e gestão dos casos de Covid-19.

De realçar que para prevenir e combater a Covid- 19, Angola observa, de o dia 11 a 25 de Maio, um novo período de estado de emergência, de 15 dias, com regime de excepção e que se iniciou a 27 de Março.

error: Content is protected !!