Conferência sobre saúde pública junta médicos de Macau, Angola e Portugal

A troca de experiências entre médicos de diferentes latitudes, - Macau, Angola e Portugal - sobre a crise global de saúde causada pela pandemia vai estar em destaque num webinar co-organizado pela Fundação Rui Cunha e o jornal Plataforma, agendado para hoje

O evento, que se realiza pelas 10h00 (Luanda e Lisboa) e 17h00 (Macau) na plataforma Zoom, contará com a participação de até 500 pessoas previamente inscritas.

A conferência conta com as participações de Mónica Pon, médica internista, de Macau, Luís Bernardino, pediatra, de Angola, e Mário Freitas, saúde pública, de Portugal, num debate moderado pelo diretor-geral do Plataforma, Paulo Rego. Insere- se no ciclo de conferências Conversas Digitais, da Fundação Rui Cunha, e decorrerá em língua portuguesa com dois canais áudio disponíveis em mandarim e cantonês.

“Replicar exemplos bem-sucedidos é, na prática, o que todos mais queremos, num tempo em que muito se fala em alternar períodos de confinamento e de abertura até 2022”, diz uma nota de imprensa enviada a nossa redacção pela organização.

Por outro lado, vaticinam que com o gradual levantamento deste longo período de confinamento forçado, o mundo vai emergindo para uma nova realidade, suportada na experiência empírica do dia-a-dia de todos.

Diz que tal acontecerá sem descurar a manutenção da saúde pública e sobrevivência dos respectivos serviços nacionais de saúde, ao mesmo tempo que a humanidade torce em uníssono para a descoberta da tão almejada vacina. Consideram que timidamente, cada país vai desenhando os próprios planos de desconfinamento, de forma a minimizar os danos sanitários e relançar a economia.

Declara ainda que o distanciamento social, utilização massificada de mascaras, em muitos locais de forma obrigatória, testes de diagnóstico em massa, quarentena para casos positivos e monitorização daqueles que estiveram em contacto com os infectados são apenas algumas das medidas adoptadas um pouco por toda a parte.

“Vamos Desconfinar. Saúde Pública – Opções Privadas, é, pois, o tema desta conversa digital. Esta valência encontra- se disponível para 500 registos, aferidos por ordem de registo”.

error: Content is protected !!