Trump admite limitar contactos com o vice-Presidente Pence

O Presidente norte-americano assegurou que vai falar com o seu vice, que estará em quarentena, mas apenas ao telefone. Mike Pence não esteve presente na conferência de imprensa

O Presidente norteamericano admitiu a possibilidade de vir a limitar os seus contactos com o vice-presidente, o qual estará em quarentena, depois de ter sido detetado um caso do novo Coronavírus entre os seus colaboradores, segundo a Lusa.

Interrogado numa conferência de imprensa sobre medidas para limitar os seus contactos de maneira preventiva, Donald Trump respondeu: “É uma coisa sobre a qual é provável que falemos, durante este período de quarentena”. Trump assegurou que vai falar com Mike Pence, especificando: “Podemos falar ao telefone”.

Pence, que estava encarregado de dirigir a célula de crise na Casa Branca para lutar contra a pandemia, não esteve presente na conferência de imprensa.

O novo Coronavirus fez oficialmente a sua entrada há alguns dias no centro do poder executivo dos EUA, com a porta- voz de Pence, Katie Miller, a testar positivo no passado fimde- semana, tal como um militar ao serviço do Presidente.

“Nunca mais o vi desde então”, disse Trump, a propósito de Pence.

No Domingo, a Casa Branca desmentiu qualquer medida de confinamento relativa ao vice- Presidente.

Três outros membros da célula de crise colocaram-se em autoisolamento, de forma preventiva: o epidemiologista Anthony Fauci, o diretor dos Centros de Prevenção e Luta Contra as Doenças, Robert Redfield, e o director da agência de controlo da qualidade da alimentação e dos medicamentos, Stephen Hahn.

Esta situação acontece quando, de forma paradoxal, a Casa Branca insiste na necessidade de reabrir a economia e garante que é seguro voltar ao trabalho.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!