Lesotho torna-se o último país da região a registar caso de Covid-19

O Lesotho registou o primeiro caso de Covid-19, nesta Quarta-feira, informou o Ministério da Saúde, tornando-se o último país do Sudeste de África a ser atingido pelo vírus.

O ministério disse que realizou 81 testes para a Covid-19 de viajantes da África do Sul e Arábia Saudita, dos quais um foi positivo. O reino remoto de alta altitude, situado numa cordilheira da África do Sul, havia sido poupado anteriormente do coronavírus, embora o seu vizinho maior e mais industrializado tenha registado mais de 10 mil casos.

A doença atingiu um momento de incerteza política no Lesotho, com o primeiro-ministro Thomas Thabane, em apuros, que deixará o cargo até ao final da próxima semana, após o colapso da sua coligação no parlamento.

A sua saída abriria caminho para uma solução para uma crise política que eclodiu no final do ano passado, quando ele e a sua actual esposa foram acusados pela Polícia de assassinar a ex-esposa há quase três anos. Ambos negam as acusações.

Não está claro quando ele deixará o cargo, embora o parlamento já nomeou provisoriamente o ministro das Finanças, Moeketsi Majoro, como seu substituto.

Um relatório da agência de coordenação de ajuda humanitária da ONU, há dois dias, havia colocado os números de casos da Covid-19 para o Leste e o Sul de África em quase 18 mil, com todos os países afectados, excepto o Lesotho.

leave a reply