Editorial: Guerra de comunicados

Jornal OPaís edição 1838 de 15/05/2020

Voltou a estalar a guerra de comunicados opondo a empresaria Isabel dos Santos e a Procuradoria Geral da República de Angola. O Estado angolano. Embora a empresaria prefira falar de politização dos processos contra si e aí aponta o dedo ao Executivo.

O momento é de levar em conta. Por um lado, o Estado está a braços com a pandemia Coivid-19 causada pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2), com uma situação económica e social grave, e tem no andamento das obras do Programa de Intervenção Integrada nos Municípios um mecanismo em que tem de se concentrar para transformar a vida das pessoas, e, por outro, as acusações desta cidadã.

Não teriam importância, tais acusações, não tivessem os seus processos judiciais e arrestos ultrapassado as fronteiras angolanas. Embora o Estado possa dizer ter mais com que se preocupar, as acusações que lhe são feitas (de falta de seriedade e falsificação) podem beliscar a sua imagem. Não esclarecer, neste caso, seria o pior caminho.

leave a reply