Activo líquido do BNI cresce 25% em 2019

O Banco de Negócios Internacional (BNI) obteve um activo líquido de Kz 377.8 mil milhões, no exercício económico de 2019, que corresponde a um crescimento de 25% face ao ano anterior

A informação consta no relatório de gestão do BNI referente ao exercício de 2019 a que OPAÍS teve acesso. De acordo com a nota, para além do activo líquido que obteve um resultado de Kz 377.8 mil milhões, representando um crescimento anual de 25%, as carteiras de títulos obtiveram maior peso com um total de Kz 123.2 mil milhões, um incremento de 16%.

Já a Carteira de Crédito, atingiu um total de 124.4 mil milhões de Kwanzas, perfazendo um aumento na ordem dos 7%, enquanto, os recursos de clientes totalizaram Kz 310.7 mil milhões representando 22% do seu crescimento, reflectindo um rácio de transformação de 40%.

Quanto ao activo líquido, atingiu um total de Kz 2.5 mil milhões, que foi impactado pelo adiamento do processo de alienação da participação no BNIEuropa, assim como pela incorporação dos ajustes recomendados pelo programa de Avaliação da Qualidade dos Activos (AQA), promovido pelo Banco Nacional de Angola (BNA), em 2018, do qual foram alvo os 13 maiores bancos do mercado.

Por outro lado, dentre os principais rácios de rentabilidade, destaca-se o Rácio de Eficiência (cost to income), de 43.3%, e para o Return On Equity (ROE) de 6.6%.

No que toca à solidez, os Fundos Próprios Regulamentares totalizaram 37.6 mil milhões de Kwanzas e o Rácio de Solvabilidade Regulamentar (RSR) manteve- se em 16.1%.

A administração do BNI referiu estar satisfeita com os resultados obtidos pelo banco e espera maior crescimento nos próximos tempos.

“Administração do Banco está satisfeita com os resultados obtidos e confiante que, no futuro, o Banco BNI reforçará o seu papel como agente financeiro relevante para a diversificação da economia em Angola e para o apoio aos seus empresários”, lê-se no comunicado.

A administração disse ainda a OPAÍS que desde Março, a instituição financeira disponibilizou algumas instalações próprias para apoiar o combate à pandemia da Covid-19.

Referiu ainda que dada a pandemia, a administração ajudou os seus clientes particulares, que tinham prestações de crédito vencidas, uma moratória no pagamento das tranches relativas aos meses de Março e Abril do corrente ano.

Estratégia realizadas em 2019

O Banco avança, igualmente, que, entre outras actividades foram destaques da estratégia do Banco BNI, em 2019, o dimensionamento da estrutura do Banco por forma a promover a eficiência e a produtividade.

Foi igualmente destaque, o lançamento do primeiro Cartão Multicaixa com Chip em Angola, o qual promoveu a imagem de Mbanza Congo – Património Mundial da Cultura, distinção como o melhor banco em Angola em sistemas e políticas de Prevenção e Combate ao Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo, pela Associação de Profissionais Certificados em Compliance de África.

Constituído em 2005 a instituição financeira conta, actualmente, com 80 agências, 675 trabalhadores e 213 mil clientes.

leave a reply