Atentado suicida na Somália mata governador e mais três em Puntland

O governador de Mudug, uma região no Estado semi- autónomo de Somália, foi morto com três dos seus guarda-costas num atentado suicida no Domingo, que foi reivindicado pelo grupo islâmico al Shabaab, informou a Polícia.

“Um carro bomba suicida atingiu o carro do governador. O governador Ahmed Muse Nur e três dos seus guarda-costas morreram ”, disse à Reuters o capitão da Polícia Mohamed Osman.

A Al Shabaab luta há anos para derrubar o Governo central da Somália, apoiado pelo Ocidente, e frequentemente realiza atentados na Somália e em outros países da região. O grupo quer estabelecer seu próprio governo no país do Corno de África, com base na sua própria interpretação estrita da lei islâmica da sharia.

“Estamos por trás da explosão. Foi um carro bomba suicida. Matamos o governador da região de Mudug e seus três guarda-costas”, disse à Reuters o porta-voz das operações militares de Al Shabaab, Abdiasis Abu Musab.

leave a reply