PIIM gasta mais de AKz 817 milhões na Lunda-Norte

O Executivo angolano já disponibilizou 817,7 milhões de Kwanzas para a execução de 29 dos 56 projectos inscritos no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PII M), na província na Lunda- Norte, informou ontem o governador, Ernesto Muangala

Na Lunda-Norte estão inscritos, para o presente ano económico, 56 projectos ligados aos sectores da educação, saúde, saneamento básico, habitação e segurança pública, num valor global avaliado em 4 bilhões, 601 milhões, 713 mil e 496 Kwanzas.

Os projectos prevêem a construção de um total de 109 salas de aula, seis postos de saúde, nove residências para funcionários públicos e três esquadras policiais, localizadas nos municípios de Chitato, Cambulo, Lóvua, Xá-Muteba, Cuilo e Lubalo.

Ernesto Muangala esclareceu, durante uma conferência de imprensa, que cada empreiteiro já recebeu 15 por cento do valor global e as obras terão um prazo de execução de um a seis anos.

Os outros 27 projectos, com destaque para a construção de três complexos residenciais de dois pisos com 18 apartamentos, nos municípios de Caungula, Cambulo e Lóvua, reabilitação de 200 quilómetros de estrada nos troços que ligam a sede municipal do Cuango às localidades de Cafunfu e Loremo, aguardam pela disponibilização de 15 por cento do valor global, para o seu início.

Os três edifícios para os órgãos de administração autárquica são da responsabilidade do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado (MATRE).

Igualmente, o município de Lucapa aguarda pelos resultados do segundo concurso público, para o início das empreitadas, uma vez que o primeiro foi anulado por irregularidades. Trata-se de duas escolas de sete e 12 salas de aulas e programas de saneamento básico.

Lançado a 27 de Junho de 2019, o PIIM é um programa de iniciativa do Presidente da República, avaliado em USD 2 mil milhões, com dotações para os 164 municípios do país.

error: Content is protected !!