Covid-19 trava torneio de andebol em Malanje

O presidente da Associação Provincial de Andebol (APA) de Malanje, Sodré Freitas da Nóbrega, disse que a sua instituição tinha como programa para este mês a realização do torneio inter-provincial.

O certame, segundo o responsável, seria para a troca de experiência entre antigos e novos praticantes, mas a Covid-19 impediu a sua materialização.

Por este motivo, Sodré Freitas da Nóbrega garantiu que a APA está, neste momento, a trabalhar os aspectos técnicos e administrativos.

Com esta parte concluída, vão reorganizar-se para a realização de palestras e ciclos de formação sobre a modalidade.

O responsável reconheceu que o seu elenco é novo, por isso pretende criar políticas de sinergias com os seus filiados na província.

O dirigente adianta que vai rumo ao desenvolvimento, pois a intenção é cumprir o programa, visando o ciclo olímpico 2020/2024 assim que se dominar a pandemia que continua a assolar o mundo.

“Ainda não temos o número de atletas que pretendemos, porque o nosso objectivo numa fase inicial é termos mais de 250 praticantes”, revelou o presidente da APA de Malanje.

Para concretizar este objectivo, o líder da associação garantiu que o seu órgão está a criar primeiro as condições e depois dar resposta aos aspectos inerentes à modalidade.

Entretanto, o mesmo presidente acha que, neste momento, será difícil conseguir pôr em práticas os seus projectos, porque a pandemia está a travar a realização de várias actividades desportivas no mundo.

“Actualmente, o andebol aqui na província, não tem a qualidade que tinha no passado. Aliás, Malanje foi um viveiro do desporto das ‘sete linhas’ no país, porque teve grandes nomes e as nossas equipas jogavam de igual para igual com as formações de Benguela e Luanda”, recordou com alguma nostalgia.

Deste modo, o responsável máximo da modalidade nas terras da Palanca Negra Gigante quer resgatar a mística do andebol em Malanje, mas sabe que é imperioso trabalhar muito.

Por outro lado, Sodré Freitas da Nóbrega apelou aos angolanos a ficarem em casa de modo a prevenir a propagação da Covid-19, que está a assolar o mundo e acatarem as orientações anunciadas pelas autoridades sanitárias.

error: Content is protected !!