Carta do leitor: Entre polícias e ladrões

Por: Arão Casimiro

Caro director do Jornal OPAÍS

Este nosso país é mesmo muito especial. O povo está no meio do fogo. Por um lado temos, os bandidos que fazem das suas em toda a parte, sem medo, sem problemas. As mulheres são violadas, homens mortos e as crianças espancadas, mesmo dentro das suas casas, porque nos bairros os bandidos é que mandam. A Polícia só aparece de manhã. Nem sei para quê que andam a gastar dinheiro com meios electrónicos e números de socorro, não servem para nada.

Por outro lado, o cidadão também é assassinado por agentes da Polícia. São muitas mortes, porque os nossos polícias só têm mesmo a arma para imporem a ordem, a sua autoridade. Tem de se fazer alguma coisa.

Mas o cidadão assim vai confiar mais em quem?

Acho que a Polícia tem de se treinar melhor, porque há o risco de matarem uma, duas ou três pessoas num bairro e o povo se revoltar, aí os bandidos aproveitam e vamos ficar como nalgumas favelas do Brasil, onde a Polícia não circula sem levar com balas. O Povo não pode viver com medo dos bandidos e dos polícias, assim não dá.

error: Content is protected !!