Jornalista apela ao Governo a redobrar assistência às famílias

Considera a situação sócio-económica do país complexa, sobretudo para as famílias mais vulneráveis, pelo que apela ao Governo que redobre a assistência aos mais carentes

A porta-voz do Fórum de Mulheres Jornalistas para Igualdade de Gênero (FMJIG), Suzana Mendes, apelou ao Governo para criar projectos e iniciativas de apoio directo às famílias, face ao actual cenário económico que o país atravessa.

Em entrevista a OPAÍS, Suzana Mendes afirmou que o número de pessoas abrangidas pelo apoio monetário disponibilizado pelo Governo é muito pequeno em relação às necessidades reais.

Apelou para a criação de mecanismo de apoio a essas famílias mais vulneráveis e afectadas pelo estado de confinamento vigente no país devido à pandemia do novo Coronavírus.

“É preciso que se criem projectos que não sejam muito complicados. As famílias que já se encontravam desempregadas mesmo antes da pandemia requerem agora uma atenção mais redobrada”, disse.

Apoio às empresas

Olhando para as consequências económicas provocadas pela pandemia, a responsável lamentou o número de pessoas que já perderam os seus empregos.

Para se evitar mais despedimentos, Suzana Mendes apelou ao Governo a apoiar as empresas, sobretudo as do sector privado que estão a enfrentar dificuldades e que empregam grande número de pessoas, no sentido de garantir que as mesmas continuem vivas e a empregar pessoas.

Medidas de prevenção da Covid- 19

Suzana considerou positivas as medidas de prevenção e combate à Covid-19 adoptadas pelo Governo, apesar de ter recomendado maior abrangência na testagem e nas campanhas de sensibilização para todas as camadas sociais.

“Há um esforço de prevenção, mas obviamente que há aspectos que é preciso alargar, já que a cada dia que passa a situação fica mais difícil e mais dramática. No geral, têm sido medidas que nos permitiram até agora enfrentar a pandemia sem grandes alarmes”, avançou.

Ainda no âmbito do combate à Covid-19, salientou que a sua instituição tem elaborado um plano interno de resposta à pandemia, desenvolvendo conteúdos de sensibilização em todos os espaços disponíveis nos meios de comunicação social.

error: Content is protected !!