Lição da pandemia

Lição da pandemia

Caro director

Agora com a pandemia, estou a ver muitos meus amigos arrependidos, não pouparam e brincaram com os empregos, também alguns amigos que são empresários mas que não blindaram as suas empresas, porque as empresas também devem fazer poupanças. Estão nas lonas.

Os angolanos gostam muito de viver de todo o dinheiro porque se habituaram que amanhã haverá sempre mais, basta um bisnu, um empréstimo de um kamba ou vender alguma coisa. Mas agora está tudo parado. Nem negócios, nem empregos para alguns e nem empresas para outros.

Então, do meu poto de vista, estes tempos devem servir para as pessoas reflectirem um pouco também sobre a forma como vivemos.

Por muito pouco que seja, os que podem devem mesmo fazer pequenas poupanças, nunca sabemos o que nos espera. Aqui no nosso país esbanja-se muito. Esbanjam os que têm e esbanjam os que nada têm também.

Também estamos a dar conta que afinal sempre deveríamos produzir mais no campo, para alimentar as pessoas e para os preços da comida serem mais baixos. Espero que o Governo pense nisso também, porque o próprio Governo também esbanja muito. É uma lição que todos temos de aprender. João Canjila Sumbe.