Cool Jazz adiado para Julho de 2021. Cartaz e dias “anunciados em breve”

Este ano, o festival teria concertos de John Legend, Herbie Hancock, Jorge Ben Jor e Rui Veloso com Miguel Araújo. Edição passa para Julho de 2021 devido à pandemia. Informação sobre cartaz em breve

Já é oficial. A edição deste ano do festival de música português EDP Cool Jazz vai ser adiada para o mês de Julho do próximo ano, 2021. A confirmação é dada pela organização do festival, que adianta que o local vai ser o mesmo — Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais — e que promete anunciar “programação e dias” do festival “em breve”.

O adiamento deve-se à pandemia do novo coronavírus, que levou o Governo português a anunciar a proibição da realização de festivais este verã0, salvo se cumprirem condições muito específicas como lotação mais reduzida e lugares marcados, algo inviável para a maioria destes festivais.

Para a edição deste ano do EDP Cool Jazz, que será adiada para 2021 com cartaz novo (mais ou menos próximo do cartaz de 2020 será uma dúvida a tirar em breve), estavam confirmadas actuações de Lionel Richie, John Legend, Herbie Hancock, Jorge Ben Jor e Miguel Araújo com Rui Veloso, entre outros.

Os bilhetes já comprados para a edição deste ano “serão válidos para a edição em 2021, não sendo necessário fazer a troca”, refere a organização do festival. Porém, promete-se “em breve mais novidades” sobre eventuais trocas, que poderão depender do regime que entrará em vigor relativamente a modelos de “vale” ou “reembolso” previstos para proteger direitos de consumidores. Estes modelos estão ainda em discussão em sede partidária.

As nossas expectativas para 2020 eram enormes dado a qualidade ímpar do cartaz e o ritmo muito bom de bilheteiras, entre outros indicadores, bem como o trabalho que temos desenvolvido em vincar o quão único é este festival. Lamentamos muito ter de adiar. Estamos muito tristes. No entanto, valores mais altos se levantam. Agora, a saúde pública é a nossa prioridade”, refere a directora do festival, Karla Campos, citada em comunicado.

Referindo que a organização espera “a compreensão do público, dos parceiros e dos artistas”, garantindo que esta quer “sempre mais e melhor para a audiência que acompanha e celebra connosco ano após ano” a música, a directora do EDP Cool Jazz manifesta ainda confiança de que a edição adiada para Julho de 2021 “vai ser excelente”.

A 7 de Maio, Karla Campos já tinha adiantado ao Observador a intenção de adiamento para Julho do próximo ano, referindo: “Adiar é fazer para o ano, sem dúvida. O festival é feito ao ar livre, numa altura em que está bom tempo. Os festivais de verão acontecem no verão, quando os artistas estão em digressão pela Europa. Por isso a intenção é fazer em 2021, em Julho”.

error: Content is protected !!