Sagrada Esperança disputa eliminatórias de acesso à Taça da Confederação

O Sagrada Esperança é o segundo representante angolano indicado para disputar as eliminatórias de acesso à Taça da Confederação Africana em futebol. A formação da província da Lunda- Norte ocupa a vaga deixada pelo Interclube, que alegou não estar bem financeiramente para o efeito, segundo o Conselho Técnico da Federação Angolana de Futebol (FAF).

O não da equipa do Rocha Pinto deixou uma brecha para os lundas, cuja direcção mostrou-se disponível depois da anulação do Girabola 2019/2020 por força da Covid-19.

Com argumentos sólidos, ao longo da temporada, o Sagrada Esperança chegou até às meias-finais na Taça de Angola e estava a um passo da final, caso vencesse ou empatasse frente ao Interclube no embate da segunda-mão das meias-finais, depois de o derrotar na primeira-mão por 3-1.

Os lundas conquistaram o Girabola em em 2005, sendo que a Taça de Angola chegou à galeria em 1988 e em 1999.

error: Content is protected !!