JMPLA socorre unidades sanitárias com mais de cinco mil bolsas de sangue

JMPLA socorre unidades sanitárias com mais de cinco mil bolsas de sangue

A JMPLA, organização juvenil partidária do partido MPLA, procedeu à doação de 5.680 bolsas de sangue a várias unidades clínicas do país, mediante a realização de uma mega campanha em curso desde a semana finda.

O secretário nacional da organização, Crispiniano dos Santos, disse que a iniciativa decorre no âmbito das políticas da organização, de solidariedade, sobretudo em período de dificuldades como se está a viver o actual contexto.

Dada a dificuldade, frisou, o secretariado nacional da JMPLA modesfiou- se a bilizar mais de 10.000 (dez mil) jovens em todo o país, para dar resposta ao apelo do Instituto Nacional de Sangue em relação à carência, perante a crise provocada pelo novo Coronavírus…

Para Crispiniano dos Santos, da parte dos dadores houve a interpretação fiel dos desígnios humanitários defendidos pela organização, o que fez com que o processo de preparação da Campanha Nacional de Doação de Sangue, sob o acompanhamento permanente dos responsáveis do Instituto Nacional de Sangue, fosse um sucesso.

Neste sentido, pelo país, em apenas 3 (três) dias de Campanha, a JMPLA já conseguiu mobilizar cerca de 7.120 (sete mil, cento e vinte) jovens voluntários, dos 10.000 (dez mil) estimados, tendo, com esta acção, permitido minimizar a carência de sangue nas unidades sanitárias, com cerca de 5.680 (cinco mil, seiscentos e oitenta) bolsas de sangue, das 7.000 (Sete mil) previstas.

No entanto, o secretariado nacional da JMPLA assegurou que as suas estruturas a nível nacional continuarão empenhadas na realização desta mega campanha, através da sua Brigada de Saúde na Comunidade, no sentido de aumentar o número de dadores em todo o país e incutir nos jovens o espirito de solidariedade, do amor ao próximo e de disciplina em relação aos cuidados com a sua saúde.

“Ao longo da sua história, a JMPLA, organização juvenil do MPLA, sempre esteve com os jovens angolanos, perseguindo os seus anseios e ideais, sempre acreditou no patriotismo e na capacidade solidária dos mesmos. Por esta razão a confiança no êxito desta campanha e assegura que continuará a pintar o país de vermelho, apelando e mobilizando os jovens e a sociedade em geral, de modo a aumentar as percentagens de reservas deste líquido precioso”, disse.