Kremlin procura datas para realização das cimeiras dos BRICS e OCX na Rússia

As cúpulas dos países-membros do BRICS e da Organização para a Cooperação de Xangai (OCX), planeadas para os dias 21-23 de Julho, na Rússia, acontecerão depois do previsto devido à pandemia de coronavírus, declarou a assessoria de imprensa do Kremlin.

Segundo esta, as datas para a realização das cimeiras ainda estão incertas, e serão decididas em conformidade com a situação da pandemia.

“Levando em consideração a pandemia do coronavírus no mundo e restrições temporárias ligadas a ela, o Comité Organizacional para a Preparação e Garantia da Presidência da Federação da Rússia na Organização para a Cooperação de Xangai em 2019-2020 e no BRICS, em 2020, tomou a decisão de adiar para uma data posterior as cúpulas anteriormente planeadas para 21-23 de Julho em São Petersburgo”, lê-se no comunicado.

As novas datas para os encontros serão determinadas em conformidade com a situação epidemiológica dos países envolvidos nas cúpulas e do mundo em geral, ressalta a assessoria de imprensa.

Desde o início da pandemia da Covid-19 foram infectadas mais de 5,5 milhões de pessoas em todo o mundo, e cerca de 350 mil pessoas morreram.

Anteriormente, o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, informou aos jornalistas sobre as expectativas e o calendário da presidência russa do BRICS em 2020. Ryabkov disse que, para a Rússia, o BRICS é um exemplo de estabilidade e integridade independentemente da actual conjuntura mundial e das transformações de política interna nacionais. “Tal como as presidências anteriores, nos esforçaremos para obter avanços nas três áreas da parceria estratégica do BRICS: política e segurança, economia e finanças, e contatos culturais e sociais”, notou Ryabkov.

error: Content is protected !!