Idosa de 70 anos morta após ter sido confundida com veado

Um cidadão nacional, de 29 anos, que tem a caça como a sua actividade diária, disparou mortalmente contra uma idosa de 70 anos, no município de Caungula, província da Lunda-Norte, após ter confundido a senhora com um veado.

O facto, segundo as autoridades policiais naquela localidade, ocorreu na margem do Rio Pôro, 20 km da sede municipal de Caungula, quando o implicado realizava caça furtiva.

Ao aperceber-se que estava diante de um veado, o jovem disparou e provocou a morte imediata da senhora.

No processo de averiguação, o jovem caçador apercebeu-se de que a vítima mortal não era um veado e sim uma idosa que por ali passava.

Na sequência, a Polícia Nacional e o Serviço de Investigação Criminal procederam a detenção imediata do caçador, que, de seguida, foi entregue ao Ministério Público para os passos processuais subsequentes.

error: Content is protected !!