Presidente cessante da APAL faz balanço positivo dos últimos quatro anos

Simão Filho admitiu que vai concorrer mais um mandato na Associação Provincial de Andebol de Luanda (APAL), visando o ciclo olímpico 2020/2024. Por esta razão, aguarda pela marcação da data das eleições

Simão Filho explicou que durante o quadriénio 2016/2020 conseguiram restruturar as actividades desportivas em vários escalões.  

Por isso, organizaram a associação do ponto de vista técnico e administrativo, sem esquecer a melhoria competitiva que as provas tiveram. 

Ainda assim, o mesmo dirigente disse que o seu elenco está satisfeito por tudo o que fez em prol do desenvolvimento da modalidade na cidade capital.  

Apesar da conjuntura do país, Simão Filho revelou que em algum momento a sua direcção reclamou que não havia condições na sua gestão.  

Por esta razão, o dirigente garantiu que vai recandidatar-se para mais um mandato, tendo em vista o ciclo olímpico 2020/2024.  

Por outro lado, o responsável fez saber que cabe ao presidente da comissão eleitoral definir a data do processo que irá eleger o novo presidente da associação.  

“Na qualidade de candidato, não consigo dizer se existe mais outro concorrente para o caldeirão máximo da modalidade em Luanda, por isso sou de opinião que a comissão eleitoral deve pronunciar-se”, apontou Simão Filho.  

A par das outras províncias, Luanda é a cidade que mais movimenta o andebol em masculinos e em femininos, por esta razão tem os maiores núcleos nas camadas de formação em vários bairros. 

error: Content is protected !!