Benguela pode ser o maior centro do xadrez do país

O desporto-ciência, na província de Benguela, pretende assumir-se, por via da Associação Provincial, como uma potência no país, na eventualidade de chegar ao cadeirão máximo nas eleições que serão realizadas no dia 19 do corrente mês

O candidato à presidência da Associação Provincial de Xadrez (APX) Benguela, Valdemar Sousa, garantiu, ontem, à imprensa que a sua linha de força é tornar a terra das Acácias Rubras o maior centro da modalidade do país, tendo em vista o quadriénio 2020/2024, após o pleito eleitoral que acontece a 19 do corrente mês.  

Caso vença, Valdemar Sousa prometeu refazer o calendário de provas durante o mandato, uma vez que os projectos estão em carteira.  

“Vamos divulgar a massificação da modalidade nos municípios da província, pois será também do novo elenco associativo levar o xadrez nas instituições escolares”, assegurou o candidato.  

Para isso, o candidato revelou que vai identificar cinco municípios de forma progressiva. Aliás, o mesmo pretende fazer da terra das Acácias Rubras o maior centro do desenvolvimento do ‘desporto-ciência’ do país, quiçá ao nível do continente Berço da Humanidade.  

“Posteriormente, queremos trazer dentro do nosso mandato o Campeonato Africano da modalidade. 

Por outro lado, vamos trabalhar também para aumentar o número de clubes, criar condições e um modelo internacional que se encaixe no modelo local”, apontou. 

leave a reply