Menongue assiste mais de 20 mil famílias

Mais de 20 mil das 140 mil famílias consideradas vulneráveis no município de Menongue, província do Cuando Cubango, foram assistidas com bens diversos desde o dia 22 de Abril até ao momento, pela administração municipal.

Bens alimentares, mosquiteiros, consultas médicas ambulatórias e sabão fazem parte do conjunto de produtos entregues no quadro do Estado de Emergência e da actual Calamidade Pública vigente no país.

A informação consta de um comunicado do Governo do Cuando Cubango, que à Angop teve acesso ontem, Sexta-feira, e que acrescenta o facto de as mais de 20 mil famílias, residentes em 520 aldeias, beneficiaram ainda de cobertores, roupa usada, bidões para conservação de água e lixívia.

Os antigos combatentes, parte das famílias referenciadas, receberam diversas sementes agrícolas, 13 cabeças de gado e 30 charruas, estando ainda a serem preparados mais de 50 hectares de terras para lhes ser distribuídos.

A nota indica ainda que as famílias vulneráveis foram igualmente vacinadas contra tétano, poliomielite e desparasitação das crianças com Mebendazol.

O administrador municipal de Menongue, Júlio Vidigal, em declarações à imprensa, fez saber que os recursos materiais existem para dar sequência, doravante, à assistência às populações de 15 em 15 dias. Governador quer atenção especial às medidas preventivas.

O governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, defendeu ontem, Sexta-feira, a necessidade da população local continuar a dedicar uma atenção especial às medidas de prevenção e combate à pandemia da covid-19, um inimigo invisível e mortal.

O governante, que advogou esta medida no comunicado por ocasião do cinco de Maio, Dia Mundial do Ambiente, que hoje se assinalada, sublinhou que só com os homens é que se faz a natureza.

error: Content is protected !!