Editorial: A água e os lucros

Editorial: A água e os lucros

Ou o ministro da Energia e Águas se multiplica e anda de pendura em cada camião dos que estão a trabalhar no projecto de distribuição de água grátis, ou arranja uma outra forma de controlo. O que está a acontecer é uma grande candonga.

Mas não é uma candonga qualquer, é uma candonga criminosa e que, pelos vistos, além de envolver muita gente, movimenta muitos milhões.

Está visto que Angola não pode ser o único país do mundo com o azar de ter avarias técnicas todos os dias que deixam quase sempre as mesmas áreas sem água. Que o digam os moradores do Camama, nas novas urbanizações, há semanas a comprar água das cisternas que deveriam estar a oferecer o líquido. e a preços especulativos.

Aliás, será que interessa aos dirigentes do Estado acabar de uma vez com a candonga da água?