City diz ter provas “irrefutáveis” para evitar castigo da UEFA

Será já hoje que o apelo do Manchester City contra a suspensão de dois anos das provas europeias será ouvido no Tribunal Arbitral do Desporto, na Suíça. O clube inglês, onde actuam os portugueses João Cancelo e Bernardo Silva, foi afastado das competições europeias nas próximas duas temporadas – para além de uma multa de 30 milhões de euros – por alegado incumprimento das regras do fair-play financeiro da UEFA.

A decisão do organismo foi tornada pública em fevereiro passado. A UEFA acredita que os citizens tiveram uma injecção de capital feita pelos próprios donos do clube, mas que terá sido ‘camuflada’ como um patrocínio.

Ferran Soriano, diretor executivo do clube, garantiu ao Telegraph que os ingleses têm em sua posse “provas irrefutáveis” e que serão suficientes para evitar o castigo.

 

leave a reply