FESTECA adiado para Dezembro e reduz número de grupos participantes

FESTECA adiado para Dezembro e reduz número de grupos participantes

A XV edição do Festival Internacional de Teatro do Cazenga (FESTECA), que estava previsto para Julho foi adiado para Dezembro (de 2 a 12), no Centro de Animação Artística do Cazenga (Anim’Art), em função da doença do novo Coronavírus, que abala o mundo.

A decisão foi aprovada durante uma reunião do conselho da Globo Dikulu, associação promotora do evento, realizada ontem no Amin’Arte, que contou com a participação dos membros e da direcção do FESTECA.

A presente edição que é tida como de carácter especial, devido à presente situação, ao invés de cerca de 20 grupos, conforme estava prevista, terá apenas a presença de 10 conjuntos, entre nacionais e internacionais, de modo a garantir a segurança dos participantes e pautar pelas medidas preventivas contra a pandemia.

“Em cada cinco anos realizamos uma edição especial. E, este ano, por ser a XV edição é uma das edições especiais, e, devido à Covid-19 ela será ainda mais especial, por causa da mudança da data”, disse a presidente da associação Globo Dikulu, Glória Silva, em conversa com OPAÍS.

A responsável avançou que entre os 10 grupos, contam com a participação de dois internacionais, que apesar da pandemia têm-se mostrado interessados em participar no evento, conforme fizeram em algumas edições.

“Os grupos que estão muito interessados em vir, que ligam constantemente são de Cabo Verde, Moçambique e Portugal. Então, em função da pandemia, a questão da viagem, vamos ver quais estarão em condições de participar”, esclareceu.

Glória Silva realçou que, o número reduzido de participantes tem o intento de velar pelo alojamento seguro dos mesmos, no Anim’Art, onde tem decorrido o evento, para assim se evitar o aglomerado de pessoas, conforme é recomendado pelo Executivo, para a prevenção contra a doença. Quanto ao lema para a presente edição, disse ser prematuro abordar, por estar ainda a ser analisado por eles.

Outras actividades

Quanto à realização de actividades complementares, como o café-teatro, palestras, entre ou trás, também estão a ser acauteladas, devido à doença. “Essas actividades serão adaptadas em função das ocorrências relacionadas com a doença no país. Não sabemos como será a evolução das coisas, mas ainda assim estamos expectantes por dias melhores. Por isso, estamos atentos e adoptaremos todas as medidas preventivas necessárias, para o bem-estar dos participantes”, augurou.

Edição anterior do FESTECA

A edição anterior do evento, que tem permitido o intercâmbio entre os grupos nacionais e internacionais, decorreu sob o lema “Juventude, arte e amor: 30 anos a partilhar experiência” e contou com a participação de 21 grupos. Além dos nacionais, estiveram presentes companhias de Moçambique, Cabo Verde, África do Sul, Brasil, Portugal, assim como a presença do músico norte-americano Baltimore Wordsmith.

Durante a série foram realizados 25 espectáculos, dos 26 previstos, incluindo exercícios de performance teatral e de dança. Foram ainda concretizadas conferências de teatro, Café-Teatro (um espaço de debate livre sobre o teatro). Nas oficinas foram orientadas mais de 30 jovens.