Beijing relata 36 novos casos confirmados de Covid-19

Beijing relata 36 novos casos confirmados de Covid-19

Os 36 novos casos confirmados de Covid-19 em Beijing foram todos associados ao Xinfadi, um grande mercado grossista de frutas, vegetais e carnes, reportou no Domingo o centro de controlo e prevenção de doenças de Beijing.

 A capital chinesa relatou no Sábado 36 novas transmissões locais e um novo caso assintomático, de acordo com a Comissão Municipal de Saúde.

Pang Xinghuo, vice-diretora do centro de controlo e prevenção de doenças de Beijing, disse numa conferência de imprensa que todos os casos confirmados estão relacionados ao mercado Xinfadi no Sul de Beijing.

Pang fez uma descrição detalhada de cada caso, mostrando que todos os contágios tiveram exposição directa ou indirecta ou trabalhavam no mercado.

Até Sábado, Beijing registou 463 transmissões locais de Covid-19, incluindo 411 que receberam alta do hospital após a recuperação e nove mortes. Ainda havia 43 pacientes em tratamento no hospital e um caso assintomático sob observação médica.

Até ao momento, foram notificados 174 casos importados de Covid-19 na capital chinesa.

Entretanto, Beijing fortaleceu as medidas de controlo contra a Covid-19, à medida que novos casos recém confirmados de transmissão local foram relatados nos últimos dias na cidade capital.

A cidade relatou seis novos casos da Covid-19, localmente transmitidos na Sexta-feira, depois do registo de um caso na Quinta-feira, de acordo com o Governo municipal.

Por causa dos novos casos, a cidade suspendeu um importante mercado de alimentos e vegetais, e reforçou as medidas de controlo para conter resolutamente a propagação do vírus.

NOVOS CASOS 

Dois casos confirmados, ambos funcionários do Centro de Pesquisa de Alimentos de Carne da China, no distrito de Fengtai, foram relatados na Sexta-feira e outros quatro foram relatados mais tarde, no mesmo dia, de acordo, conforme anunciado numa conferência de imprensa realizada na manhã de Sábado.

Os quatro novos casos mais recentes ou compraram mercadorias ou trabalharam no mercado de Xinfadi.

Todos os novos casos já foram transferidos para hospitais designados na capital para tratamento, disse Pang Xinghuo, vice-diretora do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças de Beijing, na conferência de imprensa.

Os novos casos ocorreram após Beijing reduzir a sua resposta de emergência à Covid-19 do segundo para o terceiro nível a 6 de Junho.

O professor Cheng Feng, do Centro de Pesquisa de Saúde Pública da Universidade Tsinghua, disse que as pessoas devem manter em alto alerta contra a ocorrência de casos esporádicos, mas não há necessidade de pânico.

MERCADO SUSPENSO 

Como todos os novos casos da Cavid-19 tinham conexão com Xinfadi, o maior mercado de frutas, vegetais e carne de Beijing, o estabelecimento foi suspenso no Sábado.

 Para garantir o suprimento do mercado, áreas específicas foram designadas para a venda de frutas e vegetais, de acordo com um comunicado emitido no Sábado em conjunto pelo departamento de regulação do mercado e a comissão de saúde do distrito de Fengtai.

Cobrindo uma área de 112 hectares, o mercado de Xinfadi possui cerca de 1.500 funcionários de administração e mais de 4 mil vendedores.

Todo o pessoal que teve contacto próximo com o mercado desde 30 de Maio será submetido a testes de ácido nucleico, disse no Sábado Gao Xiaojun, porta-voz da Comissão Municipal de Saúde de Beijing.

Segundo Gao, a cidade agora possui 98 instituições qualificadas para testes de ácidos nucleicos, com capacidade de teste diária superior a 90 mil.

Chen Yankai, vice-director do Departamento Municipal de Regulação do Mercado de Beijing, disse que a cidade fortalecerá a inspecção dos mercados de alimentos com produtos frescos, carne suína congelada, carne bovina, carne ovina e carne aviária.

RASTREAMENTO EMMASSA RESULTA EM 46CASOS POSITIVOS 

Após os relatos de novos casos da Covid-19, a equipa de controlo e prevenção de doenças realizou, na Sexta-feira, testes de ácido nucleico em 1.940 pessoas nos mercados de produtos agrícolas e supermercados da cidade. Quarenta e seis deles deram positivo para Covid-19.

Das 517 amostras colectadas no mercado de Xinfadi, 45 deram positivo nos testes de swab na garganta. Outro caso positivo foi de um mercado de produtos agrícolas no distrito de Haidian, que foi um contacto próximo de um caso confirmado em Xinfadi, disse Pang na entrevista coletiva no Sábado.

Todas as 46 pessoas não apresentaram sintomas e estão sob rigorosa observação.

Enquanto isso, os centros de controlo e prevenção de doenças de Beijing nos níveis municipal e distrital organizaram profissionais para realizarem investigações nos mercados de produtos agrícolas e grandes supermercados em toda a cidade.

Resultados positivos foram relatados nos testes de ácido nucleico a partir de amostras ambientais externas relacionadas aos casos confirmados. As descobertas preliminares sugerem que esses casos podem estar em contacto com um local poluído no mercado ou com pessoas infectadas, disse Pang.

Um total de 139 contactos próximos dos novos casos no distrito de Fengtai foi colocado sob observação médica colectiva, de acordo com o governo distrital.

MEDIDAS REFOR ÇADAS EM 11 CONJUNTOS RESIDENCIAIS 

As autoridades lançaram uma gestão fechada em mais de 11 conjuntos residenciais nas proximidades do mercado de Xinfadi, com três escolas primárias e seis jardins-de-infância pertos a suspenderem as aulas.

Na Sexta-feira, Beijing suspendeu o plano de retomada de aulas das escolas primárias, programados para 15 de Junho.

A cidade suspenderá também eventos de competições desportivas, disse o centro de administração de competições desportivas de Beijing.

Além isso, o Centro Nacional de Artes Cênicas e o Centro de Artes Cênicas de Beijing Tianqiao foram fechados aos visitantes no Sábado.

Os serviços de autocarro entre Beijing e algumas áreas da província de Hebei, que antes estavam planeados para serem retomados em 15 de Junho, continuarão suspensos, de acordo com a Corporação de Transporte Público de Beijing.