PIIM impulsiona 31 projectos no Cuanza-Norte

Trinta e um projectos de investimento, de um total de 91 inscritos no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), já estão em execução, desde Março último, na província do Cuanza-Norte

Conforme o vice-governador provincial para a Área Técnica e Infra-estruturas, Mendonça Luís, foram aprovados e consignados, até ao momento, 49 projectos.

Os projectos referem-se às áreas de educação, saúde, vias de comunicação, infra-estruturas, saneamento básico, energia, segurança, obras públicas, entre outros.

De acordo com o dirigente, os 10 municípios da província foram abrangidos pelas iniciativas do PIIM, mas só 31 projectos estão em execução, em nove localidades.

No essencial, estão em construção e apetrechamento 25 escolas, das quais 15 de sete salas cada, cinco de 12, quatro de 22, e uma de 14, nos municípios de Ambaca, Banga, Cambambe, Cazengo, Lucala, Golungo Alto, Ngonguembo, Quiculungo e Samba Caju.

Com esse investimento, 267 novas salas de aulas devem entrar em funcionamento em 2021, após a conclusão das obras, albergando a rede escolar para nove mil 345 alunos, entre novos e aqueles que estudam em escolas precárias e debaixo de árvores.

Consta ainda nas obras em execução a construção de cinco morgues, de seis e 12 gavetas, a conclusão e apetrechamento de um hospital municipal, em Samba Caju, a terraplanagens das estradas Pambo do Sonhe/Quiculungo, numa extensão de 16 quilómetros, e dos troços Golungo Alto/Açude/ Cerca/ Beira Alta, com 23 quilómetros.

O desassoreamento dos rios Muembeji, Catende e Camungo, constam também das acções em curso na província, no âmbito do PIIM.

Os concursos públicos de adjudicação de obras ocorreram nos meses de Setembro a Novembro de 2019, com a participação de um número não especificado de empresas.

O lançamento das empreitadas teve início em Março deste ano, em todos os municípios, com excepção do Bolongongo, que devera faze-lo nos próximos dias.

A execução das obras do PIIM no Cuanza-Norte já gerou cerca de mil e 500 empregos para os jovens, número que poderá aumentar à medida que as obras avançarem.

Vinte e quatro mil milhões, 796 milhões, 136 mil e 309 kwanzas é o orçamento alocado, este ano, à província do Cuanza-Norte, para a operacionalização dos projectos inseridos no PIIM, que contempla 91 acções, das quais sete de subordinação central.

Das obras de subordinação central, destacam-se a construção de esquadras integradas, da responsabilidade do Ministério do Interior, a reabilitação e expansão do sistema de abastecimento de água da cidade do Dondo, município de Cambambe, a cargo do Ministério da Energia e Águas.

Constam também a construção de complexos residenciais e administrativos, nos municípios do Lucala, Golungo Alto e Samba Caju, da responsabilidade do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado.

leave a reply