Welket Bungué reúne realizadores afrodescendentes em festival online

Começou ontem o festival de cinema online “Young South Film”, que conta com a curadoria do Welket Bungué.

O actor e realizador guineense reuniu filmes multi-premiados de Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, feitos por realizadores afro-descendentes. E o que mais une estas obras? O Welket explica.

“Cinema, cinema de relevância, cinema de representatividade, cinema composto de uma pluralidade subjectiva que se revê num objectivo comum, global, naquele que é o desejo de contar histórias ímpares baseadas numa subjectividade libertadora.”

Entre os realizadores convidados pelo curador do festival estão Ana F. Cavalcanti, Julia Zakia, Katya Aragão, Vanessa Fernandes, Lolo Arziki, Daniel Santos e Yuri Costa.

Os filmes legendados em inglês, estão disponíveis de 15 a 28 de Junho, nas redes sociais do evento, às quais podem aceder por aqui. Welket fez também questão de dedicar a sua intervenção no festival a uma mulher em particular.

“Esta curadoria é feita em homenagem a Cláudia Simões, a cidadã de origem angolana que foi violentamente agredida por agentes da polícia no concelho da Amadora, em Lisboa (Portugal), a 19 de Janeiro de 2020.

Proponho-vos a possibilidade difícil, mas mais dignificante, a que compreende a esperança de um Mundo melhor, de um Mundo mais justo e igualitário.

E para isso temos de erradicar o mal que nos corrói, fazendo o que é indispensavelmente o mais acertado, isto é, cuidarmos mais uns aos outros.”

leave a reply