Editora Acácias promove feira do livro no Xyami Shopping

Editora Acácias promove feira do livro no Xyami Shopping

Sob a chancela da editora Acácias decorre até ao próximo dia 21 de Junho, no interior das instalações do Xyami Shopping de Talatona e do Nova Vida, uma Feira Jardim do Livro, das 10 às 18 horas, com vista a saudar o Dia da Criança Africana, que ontem se assinalou.

De acordo com o responsável da editora, Kiokamba Cassua, a iniciativa, ainda que em desconfinamento gradual, busca permitir que as crianças tenham meios de apoio para leitura, com vista a incentivar e promover o gosto por ela.

Além da venda de livros de vários quadrantes, a editora Acácias vai igualmente promover a assinatura de autógrafos com as autoras dos livros “Regina”, “O Sapo Azul” e “A escola e outros contos” de Fátima Fernandes, Domingas Monte e Jayden Nunes, respectivamente.

Com o selo da editora Chá de Caxinde, o livro “Regina” de Fátima Fernandes traz em 69 páginas a história de uma menina da Ilha de Luanda “completamente apaixonada por filmes, irreverente e carinhosa, permanentemente questionadora”, explica a autora numa nota enviada à imprensa.

Por sua vez, Domingas Monte apresenta em “Sapo Azul”, a história de um sapo, que vivia com complexos da sua cor, pois era o único da sua espécie naquela ilha. Certo dia foi obrigado a deixar a sua ilha, foi então que o sapo, Kivuvu, encontrou algo inesperado, um verdadeiro amigo.

Já Jayden Nunes aborda que a escola é um lugar de virtude e educação, onde as pessoas devem aprender a ler, a escrever, a calcular e a conhecer outras ciências. Não é na escola onde as pessoas devem aprender a ser educadas, mas em casa.

Aposta virtual

Depois da vigência do estado de emergência que vigorou de 27 de Março a 25 de Maio, a que se seguiu a situação de calamidade pública, esta é a primeira acção pública da Editora Acácias, pois a aposta nesse período tem sido a via digital.

Porém, está em curso a abertura de uma livraria para venda de livros físicos, localizada na rua do Gamek à direita, e mais dois outros locais estão a ser identificados para o mesmo objectivo, pois continuam as incertas quanto ao fim da pandemia do novo Coronavírus.

De salientar que a editora angolana Acácias existe desde Novembro de 2015 e tem centrado a sua aposta ligadas a publicação de livros literários, de auto-ajuda, gestão e educação, técnicos e didácticos.