Satélite de observação polar começa missão ártica

Satélite de observação polar começa missão ártica

O primeiro satélite de observação polar da China iniciou a sua missão de observação do Ártico após orbitar a Terra por nove meses, anunciou a equipa de operações do satélite, nesta Terça-feira.

A missão testará as capacidades de observação do satélite, que deverá alcançar a cobertura total do Ártico em sete dias, disse o líder da equipa de operações, Chen Zhuoqi, que também é professor associado da Escola de Engenharia Geoespacial e Ciência da Universidade Sun Yat-Sem, em Guangzhou.

Desde o seu lançamento em 12 de Setembro de 2019, o satélite chamado “Ice Pathfinder” (Código: BNU-1) completou sua missão de observação antártica, enviando mais de 1.000 imagens cobrindo a região polar Sul.

Após mais de um mês de depuração e testes em órbita, as plataformas e sensores do satélite estão em boas condições de operação.

O primeiro lote de dados do Ártico foi processado, disse Cheng Xiao, cientista- chefe do projecto e professor da Universidade Sun Yat-Sen.