Espanha recalcula mortos do coronavírus para mais de 28 mil

O Ministério da Saúde da Espanha relatou, nesta Sexta-feira, um total de 28.313 mortes decorrentes do coronavírus, ajustando a base de dados para retirar redundâncias e erros, e disse que ainda existem nove focos activos de Covid-19 em todo o país.

O número de mortes não era actualizado desde o dia 7 de Junho, quando a Espanha computou 27.136 fatalidades, porque a nação estava a implantar uma nova metodologia para registar mortes e casos.

O novo número, que também mostrou 53 óbitos novos da semana passada até à última Quinta-feira, ainda está menor do que antes da primeira grande revisão do final de Maio, quando o Ministério da Saúde reduziu o total de mortes em quase 2 mil.

A Espanha está a preparar-se para encerrar o estado de emergência no Sábado, o que permitirá a livre circulação pelo país e a abertura das fronteiras ao tão necessário turismo.

Como o foco mudou da contenção da pandemia através de um isolamento rigoroso para o controlo do coronavírus por meio da detecção de surtos localizados, regiões espanholas vêm revisando as estatísticas para retomar os relatos caso a caso ao ministério.

Cerca de 34 focos de coronavírus foram detectados no último mês e meio, disse o ministro da Saúde, Salvador Illa, numa colnferência de imprensa, mas o número diminuiu de forma considerável ultimamente.

“Nove focos ainda estão activos, mas todos estão sob controle”, disse Illa, explicando que eles foram relatados em matadouros, mas também em casas de repouso, festas, grupos de trabalhadores sazonais ou relacionados ao vizinho Portugal.

error: Content is protected !!