Japão suspende restrições de viagens para ajudar recuperação económica

O Japão suspendeu todas as restrições de viagens domésticas relacionadas ao coronavírus nesta Sexta-feira, com o primeiro-ministro, Shinzo Abe, a convidar as pessoas a passear ou assistir a shows e outros eventos para ajudar a economia do país a se recuperar da recessão

O Japão começou a suspender as medidas de isolamento em Maio, quando o número de infecções por coronavírus caiu.

A última flexibilização, na Quinta-feira, ocorre após o fim de uma declaração de emergência que permitiu que as pessoas voltassem ao trabalho e que bares e restaurantes implementassem medidas de distanciamento social para voltar a funcionar.

“Gostaria que as pessoas, mantendo o distanciamento social, saíssem em passeios turísticos. Gostaríamos que você se esforçasse para se envolver em actividades sociais e económicas”, disse Abe num discurso ao país na Quinta-feira.

Qualquer recuperação, no entanto, pode ser lenta porque muitas pessoas ainda estão a evitar aglomerações e a maioria das viagens ao Japão ainda é restrita.

Apenas 1.700 estrangeiros chegaram ao Japão em Maio, o número mais baixo para o período desde 1964, segundo a Organização Nacional do Turismo do Japão. Além de encerrar o alerta de viagens domésticas, o Japão também permite que até 1.000 pessoas se reúnam em eventos internos e externos.

As equipas profissionais de beisebol também reiniciariam os jogos nesta Sexta-feira, embora ainda sem público. Até Quinta-feira, o Japão registou 17.789 casos de coronavírus com 948 mortes, segundo a emissora estatal NHK.

leave a reply