Detidos e expulsos 11 cidadãos da RDC no Luvo

Onze cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) foram detidos por algumas horas, na Sexta-feira, na comuna do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, por violação da cerca sanitária em vigor no país.

Os imigrantes ilegais, todos do sexo masculino, foram expulsos no mesmo dia para o país de origem através do posto fronteiriço do Luvo, 60 quilómetros a Norte da cidade de Mbanza Kongo, segundo a Angop.

Numa nota de imprensa, o Comando Provincial do Zaire da Polícia esclarece que os referidos indivíduos entraram no território nacional por caminhos clandestinos, com o auxílio de alguns camponeses angolanos que fazem culturas ao longo da fronteira entre Angola e RDC.

Ainda no mesmo dia, a PN deteve, também no Luvo, 11 cidadãos angolanos, igualmente por violação da cerca sanitária, sendo quatro oriundos de Luanda e com a pretensão de atravessar a fronteira em direcção a RDC e sete que tencionavam entrar em Angola vindos do país vizinho.

A nota policial informa que os 11 angolanos foram transportados para a capital da província do Zaire, Mbanza Kongo, onde cumprem quarentena institucional.

A comuna fronteiriça do Luvo constitui a principal porta de entrada e saída de cidadãos nacionais e estrangeiros em Angola e RDC.

error: Content is protected !!