Editorial: Segurem os pastores

Jornal OPaís edição 1877 de 23/06/2026

Por aquilo que se observou ao longo destes três últimos meses, os pastores que actuam em Angola não são todos eles bons exemplos de cumprimento das leis, nem de respeito pela vida humana, alguns, interessando-lhes mais o dinheiro dos fiéis do que a salvação das suas almas.

Aliás, chegou-se ao cúmulo de alguns apelarem à ida ao banco para depósitos, já que as reuniões de culto estão proibidas. Outros arriscaram reuniões secretas.

Agora, com a abertura controlada dos cultos fora de Luanda, ainda corremos o risco de ter pastores a tentar furar a cerca sanitária para irem “produzir”. E as autoridades que se ponham em alerta, porque em Luanda vão disparar as reuniões irregulares, quase que seguramente.

Em todo o caso, e porque vivem apenas da linha directa do bolso do fiel, tal como as empresas, muitas igrejas vão falir em consequência das medidas devidas à Covid-19. Vai prevalecer a fé verdadeira.

error: Content is protected !!