Editorial: Tudo ao contrário

Jornal OPaís edição 1878 de 24/06/2026

Vai agora partir para o Tchad uma equipa angolana para estudar as causas da morte do gado chegado daquele país. Não está bem. Isto deveria ter sido feito desde o princípio.

Não fica bem ao Estado dar outra vez uma imagem de si de incompetência, quando tem vários especialistas que poderiam, sem interesses políticos ou outros, dar valiosa contribuição que evitasse o que está a acontecer. Não adianta culpar a origem, quem tem de cuidar de Angola são os angolanos.

E determinar a continuidade do processo, como faz agora o Ministério da Agricultura, sem se ter encontrado ainda soluções e revelado as causas é insensato. Agora, há que esperar que as manadas locais não sejam afectadas.

Seja como for, este não é um bom momento para os decisores políticos, uma vez mais, quando técnicos vão apontando aquilo de deve, efectivamente, fazer.

leave a reply