Deputados avaliam condições para reinício das aulas no ensino superior

Uma delegação de 5 deputados à Assembleia Nacional, encabeçada por Veríssimo Sapalo, esteve a avaliar as condições em instituições de ensino superior, tendo em vista o reinício das aulas, aprazado para 13 de Julho, conforme estabelece o Decreto Presidencial Número 142/20, que aprova o Estado de Calamidade Pública.

Na universidade Katyavala Bwila, os deputados foram informados de que estão asseguradas as condições higiénico-sanitárias nas 6 unidades orgânicas.

Os parlamentares ficaram a saber do engajamento de docentes da UKB nos esforços da perspectiva técnico-científica do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação de combate à pandemia da Covid-19.

Os deputados constataram, igualmente, o grau de degradação de parte da infra-estrutura da cambada devido ao lençol freático alto e salite. Já na Faculdade de Medicina, os deputados foram informados sobre o problema de inacessibilidade em épocas de chuva.

Nas salas de aulas, o número de estudante vai ser reduzido a 50 por cento, estando, nesta perspectiva, acautelada a questão do distanciamento interpessoal.

Em termos gerais, segundo garantia dos decanos, estão asseguradas as condições para o reinício das aulas no dia 13 de Julho.

Em declarações à Imprensa, o reitor da Universidade Katyavala, Albano Ferreira, defende a necessidade de se apoiar financeiramente as instituições para garantir a continuidade da aquisição de materiais de higienização.

“Estão disponíveis no mercado a preços variáveis e às vezes de forma incompleta, o que demandará, necessariamente, para as instituições públicas, algum apoio do Estado”, lamenta.

O deputado à Assembleia Nacional Veríssimo Sapalo, que encabeçou a delegação, salienta que, objectivamente, estão criadas as condições para o reinício das aulas.

O deputado Veríssimo Sapalo referiu que lhes foram reportadas algumas dificuldades, mas que já estão a ser superadas, dentro das limitações impostas pela pandemia da Covid-19.

Da parte que lhes cabe, segundo Veríssimo Sapalo, as instituições em Benguela estão na linha da frente na criação de condições. Os deputados à Assembleia Nacional do círculo provincial de Benguela visitaram, além da UKB, os institutos superiores Jean Piaget, Maravilha e ISPB.

Constantino Eduardo, em Benguela

error: Content is protected !!