Parada militar do Dia da Vitória reúne milhares na Rússia

Evento que comemora a vitória contra os nazis na Segunda Guerra Mundial foi adiado em mais de um mês por causa da pandemia de Covid-19.

O desfile militar que celebra o Dia da Vitória foi acompanhado por uma multidão em Moscovo, na Rússia, nesta Quarta-feira (24). O evento, adiado em mais de um mês devido à pandemia de Covid-19, marca a vitória sobre a Alemanha nazi em 1945, após a ocupação da então União Soviética, em Berlim.

A parada geralmente acontece a 9 de Maio, no Dia da Vitória, o feriado laico mais importante da Rússia. Mas o momento permitiu à Rússia marcar outro evento significativo da era da guerra – o 75º aniversário da parada da Praça Vermelha pelas tropas que voltam para casa após a derrota dos nazis.

“É impossível imaginar o que teria acontecido ao mundo se o Exército Vermelho não resistisse à sua defesa”, disse Putin num trecho do seu discurso.

Cerca de 14.000 soldados participaram no desfile, incluindo unidades de várias ex-repúblicas soviéticas e da Mongólia e Sérvia. Mais de 230 veículos militares atravessaram a vasta praça da capital russa, variando de renomados tanques T-34 da Segunda Guerra Mundial a enormes lançadores de mísseis balísticos intercontinentais Topol. Um viaduto de helicópteros, bombardeiros e aviões de combate completou o show de força militar.

O apelo ao patriotismo russo chega num momento importante para Putin, com a votação antecipada começando na Quinta-feira (25) de um referendo sobre emendas constitucionais que lhe permitiriam concorrer por mais dois mandatos como presidente, possivelmente no cargo até 2036.

Putin não mencionou a pandemia de Coronavírus no seu discurso, reforçando tacitamente a sua afirmação no dia anterior de que a Rússia passou pelo estágio mais perigoso da pandemia. No entanto, a Rússia registou mais de 7.000 novos casos de infecção diariamente nesta semana e tem o terceiro maior número confirmado de infecções no mundo, depois dos Estados Unidos e do Brasil.

Apesar da pandemia de Covid- 19, o desfile foi acompanhado de perto pelo público que aproveitou o feriado nacional proporcionado pela data. Muitos se aglomeraram para ver os veículos militares que não utilizaram máscara.

Associated Press

error: Content is protected !!